Institucional
Notícias
Tamanho da letra - +
Página Inicial | Notícias | Notícias

17/02/2017, as 09h12

Seguir uma dieta saudável e equilibrada é fundamental ao longo do ano todo. Mas, existem também algumas orientações específicas para colocar em prática nos dias quentes. Conforme o Ministério da Saúde, devido ao aumento da temperatura externa, “nosso metabolismo sofre alteração para se adaptar às altas temperaturas e uma das consequências disso é o aumento da transpiração”. Por isso, no verão, a ingestão de frutas, verduras e legumes é ainda mais importante. Esses alimentos auxiliam na hidratação corporal e reposição de sais minerais que foram eliminados com a sudorese.

Em dias de calor, ingerir alimentos com alta densidade energética costuma reduzir a disposição e gerar maior cansaço, além de não repor adequadamente a quantidade de líquido e sais minerais perdidos diariamente.

Confira abaixo opções de alimentos indicadas e contraindicadas pelo Ministério da Saúde para os dias quentes.

Alimentos indicados e de fácil digestão

- Frutas com alto teor de água (melancia, abacaxi e laranja).

- Saladas cruas com vegetais variados (alface, agrião, escarola, rabanete, cenoura, pepino e tomate).

- Carne, com pouca ou nenhuma gordura aparente, como frango e peixes.

- Água, água de coco e sucos de frutas sem adição de açúcar.

- Sorvetes e picolés de fruta.

Alimentos contraindicados por ter digestão lenta, demandando maior esforço do organismo:

- Preparações gordurosas (feijoada, maionese e frituras).

- Sorvetes e picolés cremosos.

Atenção também à intoxicação alimentar! Para evitá-la, alimentos que necessitam de refrigeração, como queijos, iogurtes e carnes, devem ficar o menor tempo possível expostos à temperatura ambiente.

Fonte: CNU

notícias anteriores